1

Escolar Office Brasil comprova retomada dos negócios e da confiança no setor de papelarias

Feira das grandes marcas do setor foi realizada de 23 a 26 de julho. Volume de visitantes e de vendas imediatas e futuras surpreendeu empresas expositoras

Realizada pela primeira vez no Expo Center Norte, a Escolar Office BrasilFeira Internacional de Produtos para Papelarias, Escolas e Escritórios foi encerrada nesta quarta-feira, dia 26 de julho, em clima de otimismo.

Para a gerente de Negócios da Francal Feiras, Valeska de Oliveira, a feira cumpriu seu papel de impulsionar os negócios do setor, promover networking e a transferência de conhecimento. “O retorno que tivemos dos expositores foi muito positivo. O consenso é que a economia está reagindo, que os compradores estão mais otimistas e que a feira está no caminho certo para continuar levando as novidades das grandes marcas para o amplo varejo de papelarias” (veja depoimentos abaixo).

Durante quatro dias, a feira recebeu a visita de milhares de profissionais do setor, compradores corporativos, distribuidores, varejistas de papelarias, bazares, lojas de presentes, supermercados, livrarias e de outros estabelecimentos que vendem ou distribuem produtos de papelaria, escritório e material escolar, vindos do Brasil e exterior.

A Escolar 2017 recebeu também um grande volume de professores, diretores de escolas, coordenadores, pedagogos e outros profissionais da Educação, atraídos pela realização da quarta edição do Seminário de Educação Escolar Office Brasil e também pela grande variedade de produtos e tendências apresentados pelos expositores para aperfeiçoamento do trabalho desses profissionais.

Realizado numa parceria da Francal Feiras com a Associação Brasileira da Indústria Gráfica Regional São Paulo (Abigraf-SP), o Seminário de Educação Escolar Office Brasil mais uma vez trouxe temas atuais e relevantes, neste ano com o tema “A Nova Organização na Escola”.


Rodadas de Negócios

Uma amostra da retomada da economia e seu impacto nos negócios pôde ser observada nas Rodadas de Negócios, realizadas pela primeira vez na Escolar Office Brasil. As reuniões, num ambiente reservado e exclusivo fora dos estandes, colocaram frente a frente 39 empresas expositoras e 18 compradores especialmente convidados. As 259 reuniões, nos dias 24 e 25, resultaram em mais de R$ 2,3 milhões de negócios imediatos e mais de R$ 14,6 milhões estimados para os próximos 12 meses.

Os compradores vieram de nove Estados – São Paulo, Goiânia, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Santa Catarina – e do Distrito Federal. Eles foram selecionados a partir de uma avaliação criteriosa de seu volume de compras, nicho de atuação, perfil de clientes atendidos, necessidade de ampliação do mix e sinergia com produtos e serviços dentro da ampla gama oferecida pela feira. Entre esses convidados, estiveram presentes empresas como Leroy Merlin e Livraria Cultura.


Caravanas de Compradores

Em complemento a esta ação, a Escolar patrocinou a vinda de caravanas com 330 pequenos e médios lojistas, em parceria com entidades do varejo (sindicatos, associações comerciais, câmaras de dirigentes lojistas), de nove cidades de três Estados: Ribeirão Preto, Franca, Taubaté, São José dos Campos, Piracicaba, Mococa e Bauru (SP), Belo Horizonte (MG) e Vitória (ES).


Novo pavilhão

Uma das novidades mais elogiadas desta edição foi a mudança para o Expo Center Norte. A moderna infraestrutura não só ofereceu mais conforto para expositores e visitantes, como também possibilitou a reformulação da planta da feira e a montagem de estandes mais abertos, que facilitaram o acesso e o contato entre as partes.

Para a edição de 2018, de 5 a 8 de agosto, o presidente da Francal Feiras, Abdala Jamil Abdala, garante que a mudança será ainda melhor. “A feira continua no Expo Center Norte, só que agora no Pavilhão Vermelho. A vantagem é que se trata de um pavilhão único, sem divisórias, o que vai ampliar ainda mais o acesso dos visitantes a todos os estandes”, explica.

A data de realização da próxima edição, no início de agosto, também é destacada como um ponto positivo por Abdala. “Foi uma solicitação do mercado que a feira voltasse a acontecer fora do período das férias escolares de julho e mais próxima do volta às aulas do fim de ano. A abertura no domingo será mantida, porque é comprovadamente melhor e mais prática para os visitantes lojistas”.

Para o presidente da promotora, o clima positivo e as melhores condições para fazer negócios, na comparação com anos anteriores, começa a se refletir na edição de 2018. “Neste ano tivemos o retorno de marcas importantes que haviam deixado de expor. Para o próximo, já estamos recebendo manifestações de outras empresas que desejam voltar para a Escolar, o que é positivo para todo o mercado”, antecipa.


Conhecimento

A transferência de conhecimento se manteve como um dos pilares da Escolar Office Brasil. Esta edição ofereceu quase 30 horas de programação gratuita para expositores e visitantes, composta por palestras ministradas por especialistas, expositores e convidados.

Além do já citado Seminário de Educação Escolar Office Brasil, iniciativas como o Canal do Varejo e Escolar Experience proporcionaram ao varejo a atualização das técnicas de vendas e treinamento de produtos, que se refletem na melhoria do ponto de venda, no atendimento aos clientes e no desenvolvimento de toda a cadeia.

A oferta de conteúdo refletiu-se também numa série de espaços diferenciados que ampliaram a experiência dos visitantes. Espaços diferenciados fizeram demonstrações sobre a funcionalidade dos produtos expostos, de maneira prática e lúdica, como a Papelaria Modelo, a Universidade do Papel e a Oficina das Letras. Abdala garante que o investimento nesse tipo de conteúdo agregado aos negócios e ao networking será mantido nas próximas edições.

A Escolar Office Brasil 2017 reuniu 150 expositores, que representam mais de 200 marcas de cadernos, instrumentos de escrita, desenho e medição, mochilas, estojos e lancheiras, papéis, pastas, embalagens, papelaria fina e cartões de felicitação, equipamentos e suprimentos de informática, materiais didáticos e pedagógicos e muitos outros. Entre os expositores, 30 empresas oriundas da China, Índia, Uruguai, Estados Unidos e Emirados Árabes Unidos apresentaram seus produtos para o mercado brasileiro.


Palavra do Expositor

A Itté ganha muito em expor na Escolar Office Brazil. Apesar de estarmos bem posicionados em segmentos como o infantil, bebê e brinquedos, nossa participação no setor de papelaria e livraria é ainda muito tímida. Na feira tivemos oportunidade de conhecer players importantes deste mercado e estamos contentes com os resultados obtidos até o terceiro dia do evento.
A rodada de negócios promovida foi muito positiva para a Itté. Conversamos com empresas relevantes. A organização da feira está bacana, o público respondeu bem às nossas novidades, estamos bastante satisfeitos.
Decio Farias, diretor da Itté


Nesta edição da Escolar, agora em uma excelente casa nova, tivemos a oportunidade de fortalecer e estreitar ainda mais o relacionamento com nossos clientes e parceiros. A boa exposição de todos os itens e novidades da coleção 2018, em único lugar auxiliam bastante na prospecção e efetivação de novos negócios.
Marici Foroni, diretora de Marketing da Foroni


A feira foi muito positiva. Nos aproximamos de parceiros e apresentamos nosso produtos para visitantes em nível nacional. Prospectamos novos clientes e conseguimos fechar alguns pedidos que cobrirão o custo da participação no evento.
Marcil Clemente, gerente Comercial da Ciranda Cultural


A movimentação foi muito maior que em 2016, inclusive o terceiro dia de feira foi excelente. Com a mudança de pavilhão pudemos fazer nosso estande aberto e deixá-lo muito mais receptivo. Nosso foco é venda e fazer negócios, tivemos 32 mesas de atendimento e toda nossa equipe de venda trabalhou durante a feira. Trouxemos muitas novidades e muitos clientes fecharam pedidos.
Luciana Russi, gerente de Marketing da Dermiwil


Gostamos muito da mudança para o Expo Center Norte. O astral é ótimo e o espaço é mais aconchegante. Em comparação ao ano de 2016, recebemos clientes de diversas regiões e conseguimos cobrir uma área maior de clientes da América Latina.
Silvia Rettmann, diretora, e Ricardo Bermadas, gerente Comercial, da Confetti


O movimento foi muito bom e nos surpreendeu. Em relação ao novo endereço da feira e à estrutura, estão muito melhor. O Expo Center Norte é mais apropriado. Nos outros anos, a participação da Molin era mais institucional. Nesta edição, vendemos bastante, muitos visitantes vieram com intenção de comprar. Recebemos muitos clientes fora de São Paulo.
James Paulo, gerente Comercial da Molin


A mudança de endereço foi positiva, o local e a infraestrutura são melhores. O resultado na Escolar foi muito bom, superou nossas expectativas, vendemos bastante e muitas linhas de produtos se esgotaram. Percebemos um reaquecimento da economia, as pessoas estão mais positivas. Além disso, gostamos muito da organização e do suporte que recebemos da organização.
Carolina Turtelli de Andrade, gerente de Marketing da Xeryus


A participação na Escolar atendeu às expectativas e o movimento foi muito maior em relação ao ano anterior. Nosso foco na feira é no relacionamento com os clientes e prospecções. As vendas acontecem após a feira, quando tiramos os pedidos para o volta às aulas do ano que vem. A mudança de local também é um ponto positivo, o local é mais adequado”.
Sidnei Bergamaschi, diretor de Marketing da Tilibra


Nossa participação foi muito positiva e pretendemos voltar no ano que vem. Conseguimos um espaço que nos deu uma ótima visibilidade e repercussão. Tivemos bastante pedidos realizados. Nossa proposta foi criar um estande interativo, e deixar os produtos mais acessíveis, para que os visitantes pudessem testá-los.
Charles Fann, Diretor de Vendas da Newpen


A feira está mais aconchegante e isso se converteu num melhor astral para a feira, pois os clientes estão mais otimistas. A visitação foi muito boa, atendeu às expectativas. Recebemos clientes do Brasil todo. Participar das Rodadas de Negócios foi muito importante para a marca, pois conseguimos contatar empresas que fora daqui ficaria mais difícil.
Teca Leopoldo e Silva, proprietária da Teca


Não existe segmento forte sem um grande evento anual. A realização da Escolar é importante para toda a categoria e a rede de negócios que envolve o setor. Conseguimos trazer 100% da equipe de venda, fechar negócio e retomar muitos contatos.
Lira, gerente Nacional da Summit


O respaldo foi mito bom e a mudança de pavilhão para o Expo Center Norte foi fundamental. O estande aberto favoreceu visualmente os produtos e o movimento foi muito bom nos primeiros dias.  As novidades que trouxemos foram os produtos licenciados, obtivemos um grande impacto e efetivamos boas vendas. Gostamos muito também da Rodada de Negócios, muito válidas para estreitar relações.
Nathalia Ibelli, Supervisora de Marketing da DAC


O resultado foi bem acima do esperado. O fluxo dentro do estande nos surpreendeu em comparação com 2016. As programações das palestras e diversidade de temas foram muito interessantes também.
Rodrigo Amaral, Marketing da Luxcel


Foi nossa primeira vez na feira, e como nosso produto é para bebês, foi uma experiência diferente. Conseguimos prospectar clientes.
Laiana Mel, gerente Comercial da Buga Baby


Os dois primeiros dias foram positivos. Estreitamos o relacionamento com nossos clientes e sentimos uma melhora na mudança de pavilhão.
Francisco Spinola, diretor Comercial, e Roberto Colchiesqui, diretor-presidente, da Diplomata


A participação na feira foi positiva e a mudança de local, assertiva. Conseguimos uma base de clientes interessante. Ano que vem pretendemos participar novamente.
Alexandre Vasconcelos, gerente Comercial da Produtos Kit


Participamos há 12 anos da feira. A mudança de local foi adequada, o espaço é mais aconchegante. Esse formato ficou melhor. Viemos para a Escolar com foco em estreitar o relacionamento com o cliente, divulgar a marca e nossos produtos. Recebemos visitantes de todos os estados.
Telma Faria, diretora Financeira da Off Paper


Estamos retornando à Escolar. A participação foi bem legal, superou nossas expectativas, tivemos grande volume de pedidos. O número de negócios foi bem maior do que nos anos anteriores. O segmento dentro da Ótima cresceu, lançamos mais produtos, o que ajudou na qualificação de nossos clientes que nos procuraram na feira.
Eid Neiva da Sila, analista de Marketing da Ótima Gráfica


Sempre participamos da Escolar, com exceção dos últimos dois anos. Estamos retornando nesta edição, pois percebemos a necessidade por parte de nossos clientes. Nosso foco na feira é fazer prospecção, estreitar relacionamento e captação de lojistas. A participação foi uma grata surpresa. Recebemos clientes de todo Brasil.
Ricardo Ferreira, gerente de Marketing da Sertic


Gostamos do público que visitou a feira Nesse ano. Achamos os visitantes mais focados, vieram muitos compradores, inclusive internacionais. Fechamos negócios e fizemos novos contatos. Palestras de profissionais da área ajudaram na divulgação do nosso produto.
Bruna Milioreli, analista de Marketing da Dello